Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

O IMBRÓGLIO CONTINUA!

O deputado Paulo Mello, do PMDB, e presidente da CCJ, da ALERJ, apresentaram substitutivo, em plenário, ontem, dia 02 de outubro, em cima de nosso projeto de reposição salarial, transformando as 20 emendas em 01(uma). A proposta do governo é de 4% a partir de 01 de setembro, derrubando nossa data-base. Os deputados Paulo Ramos e Marcelo Freixo, respectivamente, do PDT e PSOL, apresentaram emendas ao substitutivo do governo, com o intuito de garantir nossa data-base e um reajuste maior para nossa categoria. Enquanto o imbróglio continua na ALERJ, a administração do TJRJ concede um reajuste mísero no vale-refeição/alimentação, envia projeto a ALERJ criando mais 165 cargos comissionados para mais 10(dez) vagas de desembargadores para o Órgão Especial e aprova plano de saúde para os magistrados com dinheiro do FETJ(TJ-MED). E nós? Somos os sem nada: sem recesso, sem reajuste, sem promoções, sem aumento dos auxílios (nos concederam um aumento bala-Juquinha), sem aumento da idade do auxílio-creche, sem solução da injustiça que cometeram com os servidores das ações dos índices 850 e 1400, sem um Plano de Cargos e Salários (PCS) que nos estimule a trabalhar, etc… Por isso, VAMOS CONSTRUIR A GREVE POR TEMPO INDETERMINADO.

DIA 10 DE OUTUBRO, QUARTA-FEIRA, ORGANIZAREMOS UM ASSEMBLÉIA-GERAL DE NOSSA CATEGORIA PARA TIRAR A GREVE POR TEMPO INDETERMINADO. OU TUDO OU NADA! ACEITAR MAIS ESSA ENROLAÇAO, JAMAIS! Todas as Comarcas do interior, Regionais, Baixada e Capital deverão estar presente nesta assembléia.

Wilson Dufles – diretor (21) 94900356.

Compartilhe