Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

PREÇO DA CESTA BÁSICA AUMENTA EM 10 CAPITAIS ANALISADAS EM AGOSTO

O preço da cesta básica subiu em 10 das 17 capitais analisadas pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socieconômicos) no mês de agosto. De acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira (2), no mês passado, o conjunto de alimentos apresentou a maior alta no Rio de Janeiro, que viu o preço do conjunto dos alimentos elevar 4,82% na comparação com julho.

As cidades de Porto Alegre (4,49%), Curitiba (2,19%), Aracaju (2,02%) e Florianópolis (2,02%) também tiveram aumentos significativos no período. Por outro lado,das sete capitais que apresentaram retração, destaque para Fortaleza (-4,13%) e Natal (-1,70%). No acumulado dos últimos 12 meses terminados em agosto, a cesta básica não apresentou deflação em nenhuma das capitais analisadas.

A maior variação ocorreu novamente no Rio de Janeiro, onde o preço do conjunto dos alimentos avançou 19,45% no período. Além da capital fluminense, tiveram altas acentuadas as cestas de Florianópolis (17,52%) e Belo Horizonte (16,68%). Já os menores avanços aconteceram em Goiânia (6,19%) e Aracaju (7,30%).

Segundo o levantamento, na cidade de Porto Alegre a cesta fechou o oitavo mês do ano como a mais cara do País, custando R$ 271,25. Em seguida vem o conjunto de alimentos de São Paulo (R$ 266,75) e Florianópolis (R$ 260). Aracaju (R$ 187,73) foi a única capital onde os produtos básicos custaram menos de R$ 200. (informações do Dieese)

Compartilhe