Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

PRESSÃO E COMPETITIVIDADE NO EMPREGO PREJUDICAM SAÚDE DO TRABALHADOR

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, até 2020 a depressão passará da 4ª para a 2ª das principais causas de incapacidade para o trabalho no mundo. A doença pode ser explicada pelo aumento da competitividade no mercado de trabalho nos últimos anos, quando a responsabilidade pelo desemprego passou a ser atribuída unicamente aos trabalhadores.

Os efeitos foram rotinas estressantes e funcionários submetidos à pressão contínua na busca de resultados e melhora de desempenho. Estes fatores afetaram diretamente a qualidade de vida e a saúde dos funcionários, causando inclusive quadros de depressão.

Ao avaliar o número de afastamentos do trabalho, o Ministério da Previdência Social constatou que os transtornos mentais e comportamentais representaram mais de 1/3 dos casos entre 2000 e 2005 (33,5%), ao lado dos distúrbios musculares relacionados ao trabalho. As áreas profissionais mais afetadas pelos transtornos do humor são mercado financeiro, refino de petróleo, transporte ferroviário urbano e bancos comerciais. (informações do Sindicacau, de Ilhéus-BA)

Compartilhe