Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

PROFESSORES DA UERJ VÃO FAZER PARALISAÇÃO

Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) farão uma paralisação, amanhã (21/5), a partir do meio-dia, em busca de melhores condições de trabalho e reajuste de 49,5% para o piso salarial da categoria. Os educadores vão interromper as aulas e seguir para o Largo do Machado, de onde sairão em passeata até o Palácio Guanabara, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio.

Ontem, representantes da Associação de Docentes da Uerj (Asduerj) estiveram na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), buscando o apoio dos deputados. Segundo a entidade, um professor auxiliar graduado com 40 horas tem piso de R$ 3.207, enquanto um técnico universitário superior I com graduação recebe um mínimo de R$ 4.800.

Diretora da Asduerj, Juliana Fiuza afirmou que o grupo quer ser recebido pelo governo. E alertou para o risco de greve.

— Tínhamos uma reunião agendada com a Secretaria de Ciência e Tecnologia, hoje, mas a agenda foi adiada para junho, e não temos sequer a confirmação de que o secretário (Gustavo Tutuca) estará presente. Se o governo não abrir um espaço para negociação, estará nos empurrando para a greve — disse.

No dia 26, os professores terão uma assembleia, no campus do Maracanã, na qual votarão um indicativo de estado greve. Eles querem ainda a incorporação da dedicação exclusiva na aposentadoria, aprovada em 2012. Hoje, o valor é descontado, mas os que se aposentam não o estariam recebendo. (informações do Extra)

Compartilhe