Skip to content

Projeto do pacote de austeridade de Pezão volta à pauta nesta quarta no RJ

Aumento da contribuição previdenciária de 11% para 14% será votado na Alerj. É consenso que tem que votar logo para o Estado virar a página, diz presidente da Casa.

O polêmico pacote de austeridade, apresentado pelo governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) no ano passado como alternativa à crise do Estado do Rio, volta à pauta nesta quarta-feira (24). O projeto que prevê o aumento da contribuição previdenciária de 11% para 14% será votado às 15h na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).
Em fevereiro, na primeira sessão do ano da Casa, servidores protestaram contra o projeto. Presidente interino da Casa, André Ceciliano (PT), diz que os protestos fazem parte da democracia, mas confia na aprovação.
“Eles (servidores) vão fazer o papel deles. É direito fazer o movimento. Vai ter (manifestação), mas não será tão radical (como no ano passado). Mesmo os servidores que estavam contra (o aumento) no início, já absorveram a questão, outros estados também estão aumentando. É melhor subir 3% e receber na data certa do que ficar na incerteza”, diz.
Afastado para tratar um câncer, o presidente licenciado da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), chegou a dizer — em fevereiro — que só votaria o projeto quando os salários estivessem em dia.
“Não é possível falar com um servidor de que aumentaremos os descontos previdenciários com ele tendo os vencimentos atrasados”, disse na ocasião.
Ceciliano admite a promessa feita pelo antecessor, mas diz que a crise do Estado muda o panorama e dá urgência à aprovação.
“Ele (Picciani) falou isso lá atrás. Depois, ele mesmo deu entrevista colocando a possibilidade de votar antes. A situação do Rio Previdência é muito crítica. Então, claro que vai ter voto contrário. Mas é consenso que tem que votar logo para o estado virar a página, fazer a economia girar”, opina o petista.

FONTE: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/projeto-do-pacote-de-austeridade-de-pezao-volta-a-pauta-nesta-quarta-no-rj.ghtml

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

X