Skip to content

Reunião dos aposentados fortalece luta pela data-base e repudia ataques ao serviço público

Um auditório lotado e muita garra para lutar por direitos e valorização. Esse foi o clima da Reunião de Aposentados e Pensionistas, realizada na tarde de quinta-feira (23) na sede do sindicato. O encontro contou com a presença dos diretores e da assessoria jurídica do Sindjustiça-RJ para debater as pautas de interesse do segmento.

A mesa que conduziu a reunião foi composta pelo diretor-geral Aurélio Lorenz, pela diretora de aposentados e pensionistas, Suzana Barbosa de Souza e pelo diretor jurídico José Carlos Arruda.

Progressões e promoções automáticas

No início da reunião, o diretor jurídico do Sindjustiça-RJ José Carlos Arruda esclareceu dúvidas a respeito da situação dos aposentados diante das progressões e promoções automáticas, cuja lei entrou em vigor em janeiro.

A assessora jurídica do sindicato, Araceli Rodrigues, do escritório Cassel Ruzzarin Santos Rodrigues Advogados, explicou que os aposentados com paridade e os que recebem pensão com paridade não gozam do direito a progressões e promoções – o que é vedado pela constituição –, mas sim do direito à reestruturação do cargo de referência.

Com a aprovação da lei, o que ocorreu foi a criação de novos critérios para progressões e promoções, e não uma reestruturação do cargo de referência. Trata-se, portanto, de uma limitação constitucional. Clique aqui para conferir a nota técnica do Cassel Ruzzarin Santos Rodrigues Advogados sobre o assunto.

Mesmo assim, o Sindjustiça-RJ continua atento aos trâmites, aguardando a regulamentação da lei para agir tão logo se identifique alguma brecha que permita a reavaliação da extensão do direito aos aposentados e pensionistas.

Auxílio-medicamento

Com relação ao Projeto de Lei (PL) do Auxílio-medicamento, criou-se uma comissão de aposentados e pensionistas para exercer pressão política nos gabinetes dos deputados estaduais na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) pela aprovação do texto. A composição da comissão é similar à que atuou diretamente para restabelecer o abono natalino.

Finalizada a atuação no Legislativo, o grupo ficará responsável pelo diálogo com desembargadores, mobilizando a tramitação do processo administrativo no Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ).

Vale lembrar que o auxílio-medicamento é uma proposta do Sindjustiça-RJ para compensar o valor do auxílio-alimentação, benefício que a categoria perde ao se aposentar.

Espelhado em casos precedentes, como os de Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, o auxílio-medicamentos seria pago em espécie, assegurando a autonomia para o serventuário utilizá-lo da maneira mais adequada à sua realidade.

Unificação da data-base e das lutas

O ponto alto da reunião se deu no tópico sobre a data-base e a mobilização contra os sucessivos ataques direcionados aos servidores públicos brasileiros.

Por unanimidade, os presentes se posicionaram a favor de unificar a luta pela data-base com a dos demais sindicatos estaduais, unindo aposentados e servidores da ativa em uma grande mobilização por respeito.

É a hora de dizer um sonoro basta à desvalorização, já que são mais de cinco anos sem reajuste e há a possibilidade de o governo estender o Regime de Recuperação Fiscal até 2023.

Nesse sentido, o caminho mais viável para articular a unificação da data-base é, sem dúvidas, exercer pressão política sobre o governador Wilson Witzel e, assim, reverter as perdas salariais.

Igualmente unânime foi o posicionamento dos aposentados e pensionistas diante dos sucessivos ataques ao serviço público. Somente no Congresso Nacional, há propostas para decretar o fim da estabilidade, aprovar a redução de salário e jornadas, impedir contratações, congelar concursos e permitir vínculos celetistas no funcionalismo.

Trata-se da destruição do serviço público, algo a que os aposentados e pensionistas do Sindjustiça-RJ não estão dispostos a assistir apáticos.

A luta segue forte! Nossas conquistas serão do tamanho de nossa mobilização!

Fonte: Sindjustiça-RJ

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

NOTA DE PESAR

Comunicamos, com enorme tristeza, o falecimento da colega Priscilla Braga, ocorrido na manhã desta quinta, por complicações da Covid. Priscila estava lotada no Fórum da

VENDA DA LICENÇA TERMINA HOJE, 21

Termina hoje, 21 de maio, o prazo para venda da licença-prêmio! Por favor, compartilhem a informação e avisem aos colegas da serventia que estejam de

X