Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Rombo na previdência no RJ pode chegar a R$ 12 bilhões até o fim de 2017

Só em janeiro e fevereiro, arrecadação foi de R$ 1,5 bilhão e gasto, de R$ 3,7 bilhões. Dívida total do estado pode chegar a R$ 21,7 bilhões este ano.

A situação da previdência dos servidores do estado do Rio de Janeiro é grave. O rombo no Rioprevidência, fundo de previdência do estado, pode chegar a R$ 12 bilhões este ano, como mostrou o RJTV nesta quarta-feira (5).
Balanço orçamentário mais recente inclui dados dos meses de janeiro e fevereiro. Atualmente, o RJ tem 164 mil aposentados e 89 mil pensionistas. Nesses dois primeiros meses, o Rioprevidência arrecadou R$ 1,5 bilhão e gastou mais que o dobro: R$ 3,7 bilhões, um déficit aproximado de cerca R$ 2,2 bilhões. Uma média de mais de R$ 1 bilhão por mês.
Nos primeiros dois meses de 2017 a arrecadação total do Governo do Estado chegou a R$ 10, 4 bilhões. Pelos cálculos do governo, o déficit total pode chegar a R$ 21,7 bilhões este ano.

Para o economista Paulo Tafner, a saída para o equilíbrio das finanças do governo do RJ passa necessariamente pela Reforma da Previdência.
“A despesa previdenciária dos estados, hoje em dia em vários dos estados, inclusive no nosso estado do Rio de Janeiro, é maior do que a folha de ativos e vai continuar crescendo. Significa que o povo pobre trabalhador que paga imposto, ao invés de ter seu imposto revertido em educação, saúde, em metrô, posto de saúde, é destinado majoritariamente para pagar aposentadorias e segmentos medios e altos da sociedade. A reforma é fundamental, entre outras coisas, para produzir maior equidade na sociedade brasileira e para que o imposto que cada um pague volte para a sociedade na forma de prestação de serviços e investimentos, que é otimo para a população”, afirmou.

FONTE: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/rombo-na-previdencia-no-rj-pode-chegar-a-r-12-bilhoes-ate-o-fim-de-2017.ghtml

Compartilhe