Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

SERVIDORES DO TJ BAIANO SEGUEM EM GREVE E REALIZAM NOVA ASSEMBLEIA DIA 8 DE JUNHO

A categoria dos servidores do judiciário baiano mostrou mais uma vez força, unidade, mobilização e coerência em suas reivindicações. Convocada para dizer não ao Projeto de Lei nº 18.460/09, do TJ, sobre a CET — Condição Especial de Trabalho — em tramitação na Assembleia Legislativa (AL), com votação marcada ontem (01/06), os servidores compareceram em massa. A maioria das comarcas da capital e, principalmente, do interior se fez presente criando clima intenso espelhando na AL que a democracia emana da população e dos servidores públicos.

Logo pela manhã, a Assembleia Legislativa começou a receber centenas de servidores do Poder Judiciário. As reuniões das diretorias dos Sindicatos Sinpojud e Sintaj com os parlamentares e lideranças ocorreram também logo cedo. Primeiro a receber a categoria foi o deputado Heraldo Rocha, líder da minoria na Assembleia. Logo depois os sindicalistas foram recebidos pelo líder do governo Waldenor Pereira. De pronto, ele quis ‘entender’ o que a categoria pretendia, “porque, segundo ele, no início da tarde iria encontrar-se com a desembargadora Telma Britto e queria estar embasado para a conversa com ela”.

O deputado ouviu da categoria algumas das reivindicações: a retirada do adicional de função, a não votação do projeto da CET. Vislumbrou ainda a disposição da categoria para avançar às negociações através do debate e do diálogo porque a categoria, via sindicatos, está unida em torno da democracia.

Os servidores decidiram então adiar a Assembleia Geral para a próxima terça-feira (8/06), a partir das 9 horas, na Assembleia Legislativa, quando haverá a “última” pauta de votação do Legislativo antes do recesso da Copa do Mundo. Também ficou decidido que haverá avaliação logo após o encontro com a desembargadora Telma Britto. (com informações do Sinpojud-BA)

Compartilhe