Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Servidores fazem novo protesto e tentam invadir Alerj

Polícia jogou bombas de efeito moral e gás de pimenta

POR ANTÔNIO WERNECK

09/11/2016 15:15 / ATUALIZADO 09/11/2016 19:19

RIO – O clima é mais calmo em em frente à Alerj, depois que policiais e servidores entraram em confronto na porta do Palácio Tiradentes. Os manifestantes se dispersaram no início da noite. Dezenas de funcionários públicos de várias secretarias realizaram, na tarde desta quarta-feira, um novo protesto contra o pacote do governo em frente a Assembléia Legislativa do Rio. Ao contrário de ontem, havia um grande aparato policial, com a tropa de choque postada na entrada principal da Alerj. Os servidores usavam camisa pretas com a frase “luto pelo rio”.
Os manifestantes tentaram invadir a Casa para falar com o presidente da Alerj, Jorge Picciani, batendo nos tapumes que protegem o Palácio Tiradentes. Houve confronto entre os servidores e a polícia. A PM jogou bombas de gás lacrimogênio, de efeito moral e gás de pimenta. A tentativa de invasão foi reprimida pelo Batalhão de Choque. Ninguém ficou ferido durante o ato. Houve correria e o comércio do local fechou as portas.
Na hora do tumulto, o funcionário do Degase Diego de Carvalho foi detido, levado para a 5ª DP (Centro) e liberado em seguida.
A pista lateral da Avenida Presidente Antônio Carlos e a Rua Primeiro de Março ficaram interditadas por três horas e foram liberadas no início da noite. O trânsito continua lento na região. Equipes da CET-Rio e da Guarda Municipal orientam os motoristas.

FONTE: http://oglobo.globo.com/rio/servidores-fazem-novo-protesto-tentam-invadir-alerj-20438820

Compartilhe