Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Servidores voltam a protestar no Centro do Rio

09/11/16 14:22 Atualizado em 09/11/16 14:27

Cerca de 300 pessoas protestam na tarde desta quarta-feira, no Centro do Rio, contra o pacote de medidas proposto pelo governo estadual para combater a crise. Um bloqueio feito por policiais do Batalhão de Choque impede que os servidores ocupem novamente à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). O grupo fala palavras de ordem como “Servidor na rua: Pezão, a culpa é sua”.

O protesto desta quarta-feira foi convocado pelo Movimento Unificado dos Servidores Públicos do Estado do Rio (Muspe), e conta com a presença de mais de 20 categorias. A intenção do grupo é pressionar os deputados estaduais a rejeitarem as propostas contidas no pacote de ajuste fiscal elaborado pelo governo.

Na próxima sexta-feira, às 17h, está programada uma passeata da Candelária até a Alerj. Mais de duas mil pessoas já marcaram presença pelas redes sociais. Para a próxima semana, entidades ligadas à área de Segurança Pública — policiais civis e militares, bombeiros e agentes penitenciários — prometem uma outra manifestação. Será no dia 16 de novembro, às 10h.

Assembleia sobre greve acontece na quarta

Os servidores, aposentados e servidores do Estado do Rio planejam uma assembleia geral na próxima quarta-feira, dia 16, a partir das 10h, nas escadarias da Alerj. As reivindicações são a extinção do “pacote de maldades”, revisão das isenções fiscais e abertura de CPI para investigar as isenções fiscais. O grupo também quer a renúncia do governador Luiz Fernando Pezão, o vice Francisco Dornelles e do presidente da Alerj, Jorge Picciani.

No local, os servidores vão votar se entrarão em greve e, segundo a convocação,s se aprovada, a paralisação se iniciará no mesmo dia da assembleia e só terá fim com o atendimento integral das reivindicações.
A convocação ainda destaca que a assembleia busca reunir todas as categorias, como policiais e bombeiros, e servidores das áreas da Educação, Saúde e do Judiciário.

FONTE: http://extra.globo.com/emprego/servidor-publico/servidores-voltam-protestar-no-centro-do-rio-20438533.html

Compartilhe