Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Sindjustiça-RJ não participa da negociação de reajuste entre Amil e TJRJ mas pode auxiliar serventuários em caso de problemas

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) divulgou no dia 19 o resultado das negociações de reajuste com a Amil, operadora contratada para fornecer assistência médica e odontológica aos serventuários.

O percentual final de reajuste foi fechado em 7%.  O acordo começou a valer para a mensalidade de maio de 2018, afetando servidores e seus dependentes.

Os novos valores passarão a ser descontados em contracheque já a partir de junho, quando os serventuários pagam a mensalidade referente a julho.

Já a diferença do percentual de reajuste dos meses de maio e junho será cobrada retroativamente, com desconto efetuado em junho e julho. Ou seja: nesses dois meses, serão descontados, além da mensalidade normal, também o valor referente ao reajuste de maio e junho.

Sindjustiça-RJ não participa da negociação

O Sindjustiça-RJ não participa diretamente das negociações entre o TJRJ e a operadora do plano, mas a diretora de saúde e condições do trabalho da entidade, Gabriela Franco Garrido, explica que os serventuários que tiverem qualquer problema para atendimento, agendamento de consultas ou reembolso com a Amil devem entrar em contato com o sindicato. “Faremos os encaminhamentos e mediaremos a questão junto da empresa, do TJ e, se for necessário, judicialmente”, explica.

Para entrar em contato com a diretoria de saúde e condições do trabalho do sindicato, ligue para (21) 3528-1200 ou envie um e-mail para saude@sindjustica.org.br.

Fonte: Sindjustiça-RJ

Compartilhe