Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

TJ participa de Campanha de Medula Óssea

Com o objetivo de alimentar o banco de dados conhecido como Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), será realizada amanhã (dia 2 de dezembro) no Tribunal de Justiça do Rio a “Campanha de Medula Óssea”, promovida pelo Instituto Estadual de Hematologia Arthur de Siqueira Cavalcanti (Hemorio). Os interessados em participar devem se dirigir, das 11h às 17h, à Rua Dom Manuel, 37, Térreo, Lâmina III (Biblioteca), Centro. Não é necessário estar em jejum e nem suspender os medicamentos em uso. A solenidade de abertura será às 11h e contará com a presença do presidente do TJRJ, desembargador José Carlos Schmidt Murta Ribeiro, e do corregedor-geral da Justiça, desembargador Luiz Zveiter.

No evento, realizado em parceria com a Associação dos Magistrados do Estado do Rio (Amaerj) e a Mútua dos Magistrados, serão colhidas amostras de sangue, por meio de uma punção venosa comum, que farão parte de um cadastro de possíveis doadores de medula óssea. Entre os requisitos básicos, estão ter idade entre 18 e 55 anos e gozar de boa saúde.

Segundo informações do Hemorio, a medula óssea, encontrada no interior dos ossos, contém as células que dão origem aos glóbulos vermelhos, brancos e plaquetas. Quando esta produção de sangue é comprometida, geralmente, é necessário um transplante de medula. Daí a importância e necessidade da campanha, pois conseguir doadores compatíveis fora da família não é algo muito fácil.

Ainda de acordo com o Hemorio, o paciente que precisa de transplante de medula óssea tem apenas 25% de chance de encontrar um doador compatível entre irmãos do mesmo pai e da mesma mãe. Quando não há um doador na família, procura-se por um no Redome. A partir, então, da compatibilidade, o potencial doador é chamado para exames confirmatórios e, caso a compatibilidade seja confirmada, poderá decidir se deseja realmente doar ou não. A probabilidade de compatibilidade de tipagem de HLA – características genéticas importantes para a seleção de um doador – entre indivíduos, no Brasil, é de uma em cem mil, segundo dados do Instituto.

Mais esclarecimentos podem ser obtidos no próprio Hemorio, na Rua Frei Caneca, nº 8, Centro, ou pelo Disque Sangue (0800 282 0708), de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, ou, ainda, pelo site www.hemorio.rj.gov.br. O interessado pode também entrar em contato com o Departamento de Saúde do TJ (Desau) pelos telefones 3133-3354/2967 ou e-mail desau@tj.rj.gov.br.

Compartilhe