Skip to content

TJSP NÃO NEGOCIA E SERVIDORES MANTÊM A GREVE

Os servidores do Judiciário estadual de São Paulo decidiram continuar o movimento grevista em mais uma assembleia realizada ontem (19). Duas propostas foram colocadas em votação: a continuidade da greve e a decretação de estado de greve, com a volta ao trabalho até o julgamento do dissídio. Venceu a proposta de continuidade da greve.

Na parte da manhã, os dirigentes das entidades sindicais da categoria fizeram uma reunião com o presidente do TJSP e, ao questionarem sobre possíveis datas ou resultados do dissídio coletivo em andamento, o desembargador Viana Santos foi enfático e sucinto ao dizer que não há como prever quando ocorrerá o julgamento.

“Está em andamento, há uma tramitação que deve ser respeitada, não tenho a intenção de segurar nada”, disse o presidente do Tribunal, acrescentando que a única coisa que fará é presidir o julgamento no Órgão Especial. “Só vou me preocupar quando estiver na mesa, o resto dependerá do relator”, finalizou.

A categoria, que luta pelos 20,16% de reposição salarial, realizará nova assembleia na próxima quarta-feira, dia 26 de maio, a partir das 14 horas. (com informações da Aojesp)

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Veja Também

Outras Notícias

NOTA DE PESAR

Com enorme tristeza, comunicamos o falecimento do colega Joel Ciriaco. O velório está acontecendo hoje, 04 de julho, às 9h, na capela 05, no cemitério

4ª MOSTRA CULTURAL SIND-JUSTIÇA

Será realizada, no dia 12 de julho, a 4ª Mostra Cultural de Aposentados e Pensionistas do Sind-Justiça. O evento é uma excelente oportunidade para aposentados