Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Crise no Rio de Janeiro e Brasil: os pobres continuam pagando a conta

Jornal do Brasil

Davison Coutinho*

06/11 às 11h41 – Atualizada em 06/11 às 16h09

Os pobres continuam pagando a conta, e sempre sem troco e nem gorjeta. A farra com dinheiro público foi feita, entre isenções milionárias, gastos da máquina pública, luxos e privilégios políticos e é claro a corrupção. E assim, como no Governo Federal, agora o Governo Estadual, ambos governados pelo mesmo partido, decidiram adotar uma política de austeridade que só prejudica quem mais precisa.
A regra é austeridade, corte de gastos. No entanto, esse corte é só no bolso dos pobres e trabalhadores. Da mesma forma que a PEC 241 está sendo encaminhada pelo Governo federal para congelar por 20 anos os investimentos em diversas áreas sociais, o Governo do Rio é verdadeiro responsável pela crise no estado, e agora adota uma medida que vai prejudicar, exclusivamente, os pobres.
O Governador do Rio mal retomou a seu cargo e já anunciou o pacote de medidas para economizar. Com a proposta os programas sociais Vida Melhor, Aluguel Social e Restaurante Popular serão cortados do Rio de Janeiro. Além, de cortes nos salários dos servidores.
Ou seja, esse mesmo governo afundou o estado, agora está propondo medidas de recuperação, mas cobrando dos pobres e trabalhadores. Esse mesmo governo já governa o Rio de Janeiro há 10 anos, distribuindo isenções bilionárias que deixou de arrecadar R$151 bilhões entre 2010 e 2015. E envolvido em denúncias de corrupção.
O governador já disse que continuará concedendo isenções. Esse é o governo do guardanapo na cabeça em Paris e do anel de quase 1 milhão de reais que vai acabar mais uma vez com os poucos programas sociais que restam. A farra foi feita, e agora os pobres e favelados vão pagar a conta e como eu disse: sem troco.
* Davison Coutinho, morador da Rocinha desde o nascimento. Bacharel em desenho industrial pela PUC-Rio, Mestre em Design pela PUC-Rio, membro da comissão de moradores da Rocinha, Vidigal e Chácara do Céu, professor, escritor, designer e liderança comunitária na Comunidade

FONTE: http://www.jb.com.br/comunidade-em-pauta/noticias/2016/11/06/crise-no-rio-de-janeiro-e-brasil-os-pobres-continuam-pagando-a-conta/

Compartilhe