Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
destaque home

Home office requer atenção para evitar excesso de trabalho

Para a maioria da categoria, o teletrabalho durante a pandemia é uma forma de prestar um serviço público essencial com segurança graças à evolução tecnológica que vem sendo introduzida no Judiciário.

No entanto, tem se observado em alguns casos isolados, com o trâmite de alguns documentos, que há serventuários trabalhando em fins de semana e feriados a partir do home office sem estar em plantão. O ocorrido foi notado em um período em que os prazos de processos sem urgência estavam suspensos.

O Sindjustiça-RJ entende que, em nome da saúde física e mental, fazer jornadas longas demais ou atuar em dias sem expediente é algo a ser evitado, ainda mais que não há pagamento de horas extra. O excesso de trabalho pode ter consequências nocivas a médio e longo prazo para o trabalhador, além de criar metas futuras irreais de trabalho.

Entre as doenças ocupacionais causadas pelo excesso de trabalho estão a Síndrome de Burnout (um distúrbio depressivo que causa esgotamento físico e mental), casos de stress profissional e também lesões por esforço repetitivo (ainda mais que as condições ergonômicas de trabalho em casa nem sempre são as mais adequadas).

Caso o excesso de jornada e sobrecarga seja consequência de interferência de chefias, o Sindjustiça-RJ tem seus canais abertos para reclamações e informações, sempre à disposição para dar encaminhamento às demandas da categoria. Acesse aqui: [LINK]

Fonte: Sindjustiça-RJ

Compartilhe