Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

Moreira Franco diz que situação do RJ é intolerável e que ajuda do governo federal tem que ser imediata

Ministro também defende apoio ao carnaval e criação de um calendário turístico.

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Moreira Franco, afirmou, nesta quarta-feira (26), em entrevista exclusiva à repórter Délis Ortiz, que “o Rio de Janeiro, lamentavelmente, ultrapassou todos os princípios de razoabilidade de segurança”.
“Isso é para agora. Queremos o mais rápido possível estar com as condições adequadas para que essas iniciativas comecem a tomar corpo. E mudar esse quadro, que o Rio de Janeiro precisa e tem urgência”, enfatizou o ministro.
Segundo ele, a situação é intolerável a situação e, por isso, o governo está atuando em três frentes: na área da segurança, com alguns órgãos especializados em segurança, como as forças do Ministério da Defesa, Polícia Federal e Ministério da Justiça.
“Nós vamos fazer um esforço de retomar um ambiente que gere emprego e renda na cidade. No turismo, que é atividade econômica mais eficaz, a gente tem que organizar com as sociedades carioca e fluminense um calendário para gerar o emprego e a renda necessários. E também garantir ao governo do estado recursos para que ele possa voltar a operar pagando seus servidores, sobretudo na área de segurança, para que juntos, segurança e esse incremento à atividade econômica possamos restabelecer a tranquilidade que o povo carioca merece”, disse o ministro.
Moreira Franco disse ainda que já existem recursos alocados nesses programas de segurança e tem um calendário que uma grande parte desses auxílios vai se dar por patrocínios de diversas empresas e da Prefeitura do Rio. E por parte do governo do estado, há o acordo que está sendo assinado com o Ministério da Fazenda e com o BNDES numa operação com a Cedae para que o governo federal possa repassar os recursos que o estado precisa para restabelecer a folha de pagamento dos servidores.
O ministro também falou sobre o carnaval do Rio. Ele confirmou a ajuda do governo federal. Para ele, o carnaval é um dos retratos do Rio, mas diz que é preciso ter uma pauta de eventos permanentes que façam com que a rede hoteleira seja ocupada, para que haja consumo de bens e serviços. E garantiu o repassa de R$ 13 milhões à Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa).
“Vamos ter um calendário que será cumprido à risca. E com ajuda financeira. Não se faz nada se não se tem ajuda para fazer. Uma das responsabilidades nossos é justamente buscar junto com a sociedade civil, junto as empresas do Rio e os empresários que já estão participando e a Prefeitura do Rio para que se restabeleça o mais rápido possível e isso é agora, as condições para que o Rio de Janeiro volte a ter serenidade, tranquilidade e gerar os empregos e renda para que a população possa viver”, concluiu Moreira Franco.

FONTE: http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/moreira-franco-diz-que-situacao-do-rj-e-intoleravel-e-que-ajuda-do-governo-federal-tem-que-ser-imediata.ghtml

Compartilhe