Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
Notícias Sindicais

No Rio de Janeiro, Dia do Basta incorpora lutas locais e tem atos em vários municípios

No dia 10 de agosto, a classe trabalhadora se mobilizou em todo o Brasil para protestar contra retrocessos impostos pelo Governo Federal que atacam os direitos dos trabalhadores. O Dia do Basta levou várias categorias para as ruas em todo o estado do Rio de Janeiro. O Sindjustiça-RJ participou do ato unificado na capital, que foi realizado na Praça XV, no centro da cidade.

O mote local da manifestação, decidido por entidades sindicais e movimentos sociais, foi Chega de violência, desemprego, carestia e desgoverno! A frase escolhida é uma síntese da pauta nacional da mobilização e dos principais problemas enfrentados pelo povo fluminense como consequência da má administração pública.

Em um ato que começou às 16h e se estendeu até o início da noite, os trabalhadores reivindicaram a urgente elaboração de estratégias governamentais para frear o desemprego no país e a revisão de medidas como a Reforma Trabalhista e a Emenda Constitucional (EC) 95/16, que congela investimentos em áreas como saúde e educação por 20 anos.

A mobilização também denunciou a precarização dos serviços públicos, a terceirização irrestrita, os projetos de privatização e de entrega do patrimônio nacional, e o preço abusivo dos combustíveis e gás de cozinha. Também foram abordadas pautas locais, como o impacto da violência urbana e a ineficiência da Intervenção Militar federal em curso no estado.

Para o diretor-geral do Sindjustiça-RJ Tony Vieitas, ações como o Dia do Basta, que incentivem a união de todos os trabalhadores na luta contra a retirada de direitos, são fundamentais para barrar projetos de desmontes que o governo ainda pretende implementar.

“Com atos que reúnem várias entidades e setores da sociedade, mostramos a força dos trabalhadores e demonstramos que a população não ficará calada diante de medidas que acentuam as desigualdades”, afirmou Tony.

Atos aconteceram em outros municípios

Manifestações foram organizadas em vários pontos do estado. Antes das 8 da manhã, trabalhadores já estavam mobilizados em Duque de Caxias e no porto de Angra dos Reis.

Ao longo da tarde, centenas de pessoas se concentraram em praças e pontos estratégicos nos centros de diversos municípios além da capital, como Macaé, Volta Redonda e Campos dos Goytacazes.

 

Fonte: Sindjustiça-RJ

Compartilhe