Filiado à FENAJUD, DIEESE e DIAP
Sindicato dos Servidores
do Poder Judiciário do Rio de Janeiro
destaque home

O trabalho em equipe é feito por uma pessoa só

Por mais que o serventuário esteja comprometido com suas funções, realizar um bom trabalho está se tornando cada vez mais difícil.

A grande defasagem de pessoal nos quadros, causada pela falta de concursos públicos e de convocatórias de candidatos que já foram aprovados em editais vigentes, obriga todos os servidores a trabalhar muito mais, acumulando tarefas que não condizem com seus cargos.

Recentemente, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro convocou 190 pessoas que foram aprovadas em processos seletivos de 2014. No entanto, ainda não chega nem perto do suficiente para resolver o problema causado pela falta de pessoal. E ainda há muitos aguardando serem chamados.

Por causa disso, os servidores estão cansados e adoecidos.

Enquanto a magistratura é super valorizada, com altos salários e muitos penduricalhos, quem carrega o Judiciário no dia a dia sofre com descaso de desvalorização.

Sem o serventuário, não há Justiça.

Compartilhe